Perda de peso durante uma corrida de aventura

Muitos atletas ao término de uma corrida de aventura chegam a perder até 4kg de peso. Isso ocorre tanto em provas curtas, de 50km, como nas mais longas que chegam a 500km.

Porém nem todos sabem dos reais prejuízos que a perda de peso pode ocasionar em sua performance e na saúde.

A diminuição do peso é devido à perda de líquidos no suor. Esse suor é liberado para manter a temperatura ideal do organismo, uma vez que durante o exercício intenso produzimos muito calor, prejudicando as funções do músculo.

Na liberação de 1 litro de suor o atleta chega a gastar 500 calorias, vindas principalmente dos carboidratos. Juntamente com a água perdem-se sais minerais importantes para contração muscular como sódio, magnésio, potássio e cálcio. Muito pouco do que se perde em peso é gordura, não chega a 10% do peso perdido.

Na corrida de aventura a perda de líquidos pelo suor é acentuada pela temperatura ambiente, alta intensidade do exercício e a longa duração. Equipamentos e vestimentas que comprometem a troca de calor ajudam e piorar as condições fisiológicas.

Portanto, esta perda de peso esta associada à queda de performance, podendo chegar ao desconforto durante o exercício e até a uma desidratação severa com graves conseqüências.

A tabela abaixo mostra os efeitos da desidratação como uma porcentagem de perda de peso corporal.

Porcentagem de peso corporal

Conseqüências fisiológicas

Efeitos sobre a atividade física

<1%
Nenhum efeito
Desempenho não afetado

1-2 %
A sede aparece
Risco de menor desempenho

2-3%
Forte sede. Diminuição das funções cognitivas
Risco de uma redução de 3-10% no desempenho

3-4%
Dificuldade em concentração. Boca seca. Urina de cor escura
Risco de redução de 5-20% no desempenho

4-6%
Dificuldades mais graves de concentração. Dor de cabeça
Risco de uma redução de 10 – 20 % do desempenho

>8%
Formigamento e dormência. Risco de colapso
Risco de uma redução de 30% no desempenho

Repôr a perda de líquidos corporal é muito importante para o atleta, mas em competições alguns participantes não ingerem as quantidades suficientes de fluidos para compensar o perdido pelo corpo.

Para um melhor desempenho e também para terminar uma prova sem prejuízos para a saúde, se faz necessário uma ingestão adequada de líquidos antes, durante e após a prova.

A reposição exclusivamente de água, em exercício prolongados, não repõe os minerais perdidos no suor como sódio, potássio, magnésio e cálcio, podendo ocasionar câimbras, náuseas, fadiga e dor de cabeça. Nessas situações dê preferência a bebidas que os contenham, assim como os carboidratos.

As recomendações para uma hidratação apropriada são:

Aumente a ingestão de líquidos nos dias que antecedem a prova. Para saber se está bem hidratado verifique a cor de sua urina, ela deve estar bem clara.
Durante provas ingerir bebidas que reponham os minerais perdidos além dos carboidratos, como as bebidas esportivas. Procure beber pequenos goles sempre, não espere ficar com sede para lembrar de se hidratar na corrida.
Logo após a competição repor o total perdido: para 1 kilo de suor perdido repor 1,5 litros de fluidos.
UMA HIDRATAÇÃO E DIETA ADEQUADA REFOÇA SUA RESISTÊNCIA, MELHORA O DESEMPENHO E A RECUPERAÇÃO.

O importante na prática de qualquer atividade esportiva, acima de tudo, é o prazer que é proporcionado. Não deixe que esta prática interfira em sua saúde. Procure sempre um profissional especializado para lhe orientar, tanto na parte nutricional, como no treinamento.

 

Comentários Facebook

Disqus

advmag