Trail Run Turismo

Beasain, porta de entrada das Terras Altas Bascas

Imagine uma cidade com aproximadamente 14.000 habitantes e com uma infraestrutura de dar inveja a muita cidade brasileira. Assim é Beasain, cidade base da ehunmilak.

Beasain se encontra na província de Gipuzkoa e faz parte da área chamada de Goierri (Basque Highlands em inglês; Terras Altas Bascas em tradução livre), no coração do pais Basco, formada por 19 municipios sendo Beasain o centro administrativo.

Dois símbolos da cidade: o Txindoki, dentro do Parque Natural Aralar, e a fabricação de trens exportados para todo o mundo, inclusive o Brasil.

A região sempre teve bastante importância por ser passagem para o outros pontos da Europa tanto na antiguidade quanto atualmente, por estar a poucos quilômetros da fronteira com a França, se tornando uma região estratégica logisticamente.

Indústria e Natureza

A região próxima a Beasain possui uma combinação interessante: um grande parque industrial que garante empregos e recursos financeiros; e a proximidade de 2 grandes parques naturais: Aralar e Aizkorri-Aratz. Perfeito para os seres humanos normais que precisam trabalhar durante a semana, mas podem aproveitar das montanhas a poucos quilômetros de casa.

Na imagem acima, Conjunto Monumental de Igartza, formado por palácio, moinho, fundição e capela da antiguidade.

E para quem acha já ouvi falar de Aizkorri mas não se lembre de onde, o local recebe, além da Ehunmilak, a maratona Zegama-Aizkorri, parte do Golden Trail Series.

Nesta época o dia rende muito, pois começa a escurecer por volta das 21h. Para nós que estamos acostumados a ver o sol se pôr às 18h é preciso ficar atento ao relógio, porque senão vamos dormir muito tarde ao se empolgar com a movimentação e a claridade até altas horas.

E outra coisa que chamou a atenção foi as crianças brincando sem acompanhamento de adultos nas praças e ruas, até mesmo depois de escurecer.

Mais informações: www.goierriturismo.com

Segue algumas imagens da região:

Aizkorri, ponto mais alto do país Basco
Chegando ao centro da cidade de Beasain
Arco inflável indica o ultimo quilômetros da prova
Zegama, cidade que recebe a famosa maratona
Queijo artesanal de cabra, produção premiada e passada de geração a geração.
Eguzkilore, o nosso girassol, faz parte do folclore Basco. A lenda diz que o personagem Lamiak levava as crianças de suas casas durante a noite, mas para entrar ele deveria contar a quantidade de pétalas da flor em voz alta. Como não sabiam contar, não conseguiam entrar nas casas. As pessoas então passaram a pendurar a flor nas portas para se proteger dos mal espíritos.
Antigo casarão hoje transformado em hospedagem, permitindo que os proprietários tenham entradas de recursos e consigam manter as construções e consequentemente a história e a cultura local.
Tradicional fábrica de queijo artesanal passado de geração a geração. Essa queijaria ganhou diversos prêmios.
Estação de trem de Beasain
Caverna natural no Parque Natural Aizkorri-Aratz, ponto de passagem para parte da Europa e onde havia a construção de um palácio.

Comentários Facebook

Disqus

advmag