sáb. mar 23rd, 2019
Definição de Trail Running

Vocabulário, siglas e glossário do Trail Running

O Trail Running (ou corrida de montanha ou corrida em trilha) possui um vocabulário próprio como todo esporte. São nome de equipamentos, acessórios, gírias e características próprias da modalidade, muitas vezes vindas do exterior. Veja abaixo algumas delas:

A página será atualizada constantemente com novas informações e correções.

Vocabulário / Glossário

Aid Station

Estação de ajuda / Estação de Vida (similar: Posto de reabastecimento) – Área coberta ou não onde os corredores podem se reabastecer com alimentos e bebidas. Normalmente oferece uma quantidade maior de serviços e infra-estrutura (varia de acordo com a organização) que um posto de reabastecimento como refeições quentes, local para dormir/descansar, banheiro, chuveiro, atendimento médico, energia para recarga de equipamentos. Pode ser ou não um posto de controle (check point).


Anorak

Também chamado anoraque. É uma jaqueta impermeável normalmente com capuz, que possui a capacidade de respirar – saída do suor – principal diferença de uma jaqueta impermeável comum, evitando que o atleta fique molhado de suor, que pode resfriar o corpo do atleta em climas gelados e aumentar a sensação de frio. A tecnologia tem uma certa limitação nesse troca de calor x impermeabilidade, por isso há variações do produto de acordo com a coluna d’água (quantidade de água) que aguenta a impermeabilização.


Bandana

(igual: Buff) Pano utilizado na cabeça, ao redor do pescoço ou cobrindo parte do rosto para proteger, aquecer ou apenas de forma decorativa.


Bastões de caminhada

(ver: Trekking Pole)


Bivac / Bivouac / Bivy / Bivouac Sack

Exemplo de Saco Bivac

Proteção leve contra o clima ruim para saco de dormir. Basicamente é um saco resistente contra abrasão e impermeável (alguns modelos respiráveis) onde coloca-se o saco de dormir, protegendo-o da chuva e do solo abrasivo. O objetivo é permitir que uma pessoa descanse em “qualquer lugar” sem a necessidade de barraca.
Sem o uso do bivac sob a chuva ou local úmido, não seria possível utilizar o saco de dormir porque ele ficaria molhado não só pela chuva, mas também pelo solo.


Buff

(ver: Bandana)


Camada base

(ver: Segunda pele)


Camelbak

(ver: sistema de hidratação). Marca que acabou se tornando sinônimo de sistema de hidratação portátil.


Caramanhola

Garrafas de material rígido normalmente utilizadas no ciclismo e caminhadas/trekking/corrida para hidratação


Check Point

(ver: Posto de controle)


Cinto de Hidratação

Sistema preso à cintura que permite carregar garrafas de bebidas. Pode variar de tamanho, formato e quantidade de garrafas a serem carregadas.


Corta Vento

(igual: Jaqueta Corta Vento) Função, como o nome diz, de proteger contra o vento. Por ter essa função simples, normalmente é leve e possui pouco volume. Não oferece aquecimento e não é impermeável.


Desnível Acumulado

Gráfico acima = ↑200 + ↓200 + ↑350 + ↓350 + ↑50 + ↓50 + ↑400 + ↓150 = 1.750m
Somatória de todos os Desníveis Negativos e Positivos


Desnível Negativo / Desnível Negativo Acumulado

Gráfico acima: 200 + 350 + 50 + 150 = 750m D-
Diferença de altitude entre o ponto de início e ponto mais baixo de uma determinada descida.


Desnível Positivo / Desnível Positivo Acumulado

Gráfico acima: 200 + 350 + 50 + 400 = 1.000m D+
Somatória de todos os ganhos de elevação. Cada ganho de elevação é a diferença de altitude entre o ponto de partida e ponto mais alto de uma subida. Os valores de descidas são descartados.
Popularmente outros termos como Ascensão Total, Ganho de Elevação (sem a palavra “acumulado” e causando uma certa confusão) ou simplesmente, ganho, acabam sendo utilizados.
(em inglês: elevation gain; cumulative gain; gain; total ascent).


DNS/DNF

Siglas em inglês “Did not Start/Did not Finished” (Não largou/Não completou) indicados ao lado do nome em resultados. Um atleta pode ser considerado DNF caso não cruze a linha de chegada dentro do tempo limite estipulado pela organização (ver: Tempo limite), mesmo que tenha feito todo o percurso.


Drop (relativo à tênis)

Diferença de altura entre o calcanhar e a ponta do dedo e está relacionado ao amortecimento do tênis. Tênis minimalistas normalmente possuem entre 0mm e 4mm.


Drop Bag

(igual: Spare Bag, Spare Sack) – mochila ou saco (pano, plástico,etc) trasportados pela organização para ponto(s) pré-determinados do percurso onde os atletas terão acesso. O conteúdo fica a critério do atleta, podendo conter alimentos, bebidas, equipamentos, roupas, acessórios (baterias, carregadores). Algumas organizações podem limitar o tamanho e/ou peso.
Normalmente encontrado nas Aid Stations / Postos de Reabastecimento / Estação de Vida


Elevation Gain

Descrito também como Cumulative Gain, Gain, Total Ascent.
(ver: Ganho de elevação)


Elevation Loss

(ver: Perda de Elevação)


FKT

Fastest Known Time – termo usado para designar o menor tempo gasto para percorrer determinado caminho


Flask / Soft Flask

Soft Flask é um recipiente (frasco) de material flexível que pode possui mangueira extensora ou não e normalmente colocado no mesmo local da mochila onde iria a caramanhola. Possui a vantagem de ser comprimida e diminuir o volume (e diminuir o balanço da mochila na corrida) – enquanto o liquido for sendo ingerido.


Fleece

Material sintético leve criado a partir do poliéster que oferece aquecimento, respirabilidade e conforto em contato com o corpo. Normalmente referido à blusa, mas pode ser utilizado em calças, gorros, luvas, cachecols. Blusa utilizada como camada de aquecimento (entre a Segunda Pele e o Anorak).


Gaiter

(ver: Polaina)


Ganho Acumulado

(ver: Desnível Positivo / Desnível Positivo Acumulado)

Ganho de Elevação

Ganho de elevação 1: 200m; Ganho de elevação 2: 350m; Ganho de elevação 3: 50 m; Ganho de elevação 4: 400m
É a diferença de altitude entre o ponto de partida e o ponto mais alto de uma subida. O termo é muitas vezes utilizado como sinônimo de Ganho Acumulado.


Grip

Refere-se ao tipo de solado do tênis. Mais grip significa um solado com cravos maiores, permitindo ter uma tração maior em terrenos acidentados, com lama, pedras, galhos. Menos grip é um solado mais “liso”, para terrenos menos acidentados.


Headlamp

Lanterna utilizada presa à cabeça permitindo que os usuários mantenham as mãos livres. Pode utilizar pilhas ou baterias, recarregáveis ou não, e variam de peso, tamanho e lúmens. (ver Lúmens)
Lembre-se de ter sempre em mãos pilhas e baterias reservas, ou como dizem “a melhor reserva de uma lanterna, é outra lanterna”. Se falhar, você não precisará ficar trocando e testando pilhas, simplesmente pegue a outra.


Hydration Vest

(ver: Vest)


Impermeável

(ver: Jaqueta Impermeável)


ITRA / I-TRA

International Trail Running Association
Associação privada criada em 2013 que busca unir todas as partes envolvidas para promover os valores, diversidades, garantir a segurança e saúde dos atletas, assim como desenvolver o trail running.


Jaqueta Corta-Vento

(Ver: Corta Vento)


Jaqueta Impermeável

Função igual ao Anorak (proteger da chuva), com a diferença de não ser respirável (tecnologia que permite a saída do suor) e portanto não recomendável para atividades fisicas. Veja Anorak.


Lanterna de cabeça

(ver: Headlamp)


Lúmens (relativo à lanterna)

Imagem ilustrativa. A quantidade de lumens, alcance e duração da bateria varia de acordo com o fabricante e modelo do produto.

Quantidade de luz emitida pela lanterna/headlamp/torch. Deve-se ficar atento à relação lúmens x duração da bateria. Alguns produtos oferecem o controle de luminosidade para aumentar a performance.


Manta Térmica

(igual: Survival Blanket) Também chamado de cobertor térmico, a manta térmica é feita de material aluminizado que reflete o calor. Ao se cobrir, o atleta pode diminuir a perda do calor do corpo em locais frios ou no caso contrário, diminuir a insolação em locais de sol muito forte.


Mochila de hidratação

(ver: sistema de hidratação). Nome genérico dado ao sistema de hidratação portátil. Literalmente é apenas a mochila onde é colocado o reservatório de água.


Perda de Elevação

(ver: Desnível Negativo)


Perfil Altimétrico

Perfil altimétrico básico
Perfil altimétrico mais complexo

Visão em “corte lateral” do percurso em duas dimensões, mostrando em um eixo a distância a ser percorrida e no outro, a variação de altitude.
As representações variam para cada organização, sendo o mais básico mostrando apenas as informações descritas acima. As mais complexas podem mostrar o nome do local de alguns pontos de passagem e as facilidades encontradas (reabastecimento, energia elétrica, chuveiro, hidratação, etc)


Polaina

Utilizada presa ao tênis para evitar a entrada de areia, terra, pequenas pedras. Pode ser feito em Goretex para uso na neve e evitar a entrada de neve.


Polar / Polar Fleece

(similar: Fleece) Utiliza o mesmo tecido Fleece, mas possui uma gramatura maior, oferecendo maior aquecimento com a contrapartida de ter maior volume.


Posto de Reabastecimento

(similar: Aid Station) – Área coberta ou não onde os corredores podem se reabastecer com comida e bebida. A variedade de alimentos (pão, bolo, salgados, doces, frutas, etc) e bebidas (água, isotônico, refrigerantes, sucos, etc) varia de acordo com a organização. Pode ser ou não no mesmo local de um Posto de Controle.


Posto de Controle

(igual: Check Point) – Ponto em meio ao percurso com a presença física de fiscais que verificam e controlam a passagem dos atletas. Pode ser ou não no mesmo local de um Posto de Reabastecimento/Posto de hidratação/Aid Station.


Posto de Hidratação

(igual Hydration Point) – Local onde os atletas podem se hidratar e se reabastecer com bebidas (água, suco, refrigerante, etc). Algumas organizações oferecem também frutas, apesar de utilizar o mesmo termo.
Há provas em que não há postos de hidratação e os atletas são responsáveis por providenciar suas bebidas por conta própria.


Ranking ITRA / ITRA Ranking / ITRA Performance Index

As corridas são classificadas de acordo com a relação Km/Esforço, o que definirá a quantidade de pontos. A partir destes pontos a ITRA monta seu ranking de acordo com a performance do atleta. A classificação muda não somente pela posição final, mas também pelo tempo de prova.


Saco Bivac

(ver: Bivac)


Segunda Pele

(igual: camada base) Vestuário de material sintético, usado bem justo ao corpo com o objetivo dessa camada é tirar o suor do corpo. Quando a umidade se move para o tecido (não absorvente), irá evaporar mais rápido e a pessoa se sentirá quente e confortável.


Sistema de Hidratação

(Similar: Camelbak; mochila de hidratação) – Sistema de hidratação portátil composto por um recipiente plástico flexível que pode ser colocado em uma mochila ou vest, ligado por uma mangueira e com uma válvula de controle na extremidade que libera o líquido ao ser mordida.


Skyrunning

© Ian Corless

Corrida que ultrapassa os 2.000 metros de ganho de elevação onde a inclinação supere os 30% e a dificuldade de subida não exceda os 11 graus. Possui sub-definições de acordo com o tamanho do percurso. Veja “Como se define uma prova Skyrunning” para mais informações.


Spare Bag / Spare Sack

(ver: Drop Bag)


Squeeze

(ver: Caramanhola)


Survival Blanket

(ver: Manta Térmica)


Tecido Respirável

Tecnologia que permite a saída do suor do corpo mantendo a impermeabilidade ao mesmo tempo. Ao tirar o suor da pele e passando para o tecido da camada acima, o usuário fica mais aquecido e confortável, caso contrário molhado e sentiria frio.


Tempo limite

Limite máximo de tempo imposto pela organização para que o competidor cruze a linha de chegada para ser considerado classificado e/ou receber determinada pontuação/premiação. Aqueles que chegam após o horário limite são considerados desclassificados (DNF).


Torches

Lanterna de mão, mas algumas organizações se referem a qualquer lanterna. (ver: headlamp)


Trail Running

De acordo com a ITRA: trail running é uma corrida a pé realizada em ambiente natural (montanha, deserto, floresta, planície,etc) com o mínimo possível de estrada asfaltada ou pavimentada (que não pode exceder 20% do tamanho total do percurso).
O terreno pode variar (estrada de terra, trilhas, caminhos…) e o percurso deve estar demarcado.
A corrida é idealmente – mas não obrigatoriamente – em auto-suficiência ou semi-suficiência.


Trekking Pole

Bastões utilizados na corrida/caminhada ajudando na estabilização e diminuição da força nos joelhos em terrenos íngremes – tanto nas subidas quanto nas descidas. Pode ser feito de diferentes materiais (alumínio, fibra de carbono) e possuir características específicas (ajustável, dobrável, com absorção de impacto).


Vest / Hydration Vest

Espécie de colete + mochila com bolsos e compartimentos para alimentos, bebidas e roupas leves em um formato compacto e leve, para uso bem próximo ao corpo para se manter estável e não atrapalhar a corrida. No caso de bebidas é possivel levar garrafas (caramanholas, flasks) e/ou reservatórios de água (ver: reservatórios de água). São oferecidos em diferentes litragens (como as mochilas) e configurações, como por exemplo, suporte para bastões de caminhada (trekking poles).

Comentários Facebook

Disqus

advmag