terça-feira, maio 17

Expedição Chauás em Pedro de Toledo sedia 4ª etapa do Brasileiro de Aventura

Nesse feriado do dia 15/04/22 a cidade de Pedro de Toledo – SP foi a escolhida pelos atletas de
aventura não só para comemorar a Páscoa, mas também para somarem pontos para o Circuito
Brasileiro de Corrida de Aventura, Campeonato Brasileiro e Campeonato Paulista de
aventura.

Pedro de Toledo faz divisa com os municípios de Itariri, Juquitiba, Miracatu e está localizada a 24km a norte-oeste de Peruíbe, a maior cidade nos arredores.

A Expedição Chauás teve as distancias de 150km e 45km, divididos nas modalidades de mountain bike, trekking e packraft (canoagem), com percurso inédito passando pelo Parque Estadual da Serra do Mar, Serras do Itatins e Aldeias indígenas da região.

A largada foi dada de mountain bike por volta do meio dia em frente à prefeitura com trecho
aproximado de (35km) e 3 Pcs até a primeira transição para um trekking de (25km).

Ess trecho foi descrito por muitos atletas de grande dificuldade pelas pedras e nível técnico deixando
já ali algumas vitimas com alguns câmbios das bikes pelo caminho.

Na transição as equipes encontravam seu primeiro saco de apoio, onde tivemos uma dinâmica
diferente. Como em todas as etapas existe uma ação social que beneficia uma instituição da comunidade local, nessa todos os atletas doaram 1kg de alimento, deixados nesse primeiro saco de apoio. Saindo para o trekking as equipes deveriam transportar os alimentos até o PC06 que ficava em uma comunidade indígena que recebeu as doações diretamente dos atletas.

Feita a doação as equipes seguiam até a próxima transição para a canoagem, onde aconteceu mais uma novidade nesse Chauás. As tradicionais Amarelinhas (canoas canadenses) foram substituídas pelos Packrafts usados em outra prova na Bahia e que estariam retornando para o sul,.

Chegando no AT da canoagem, cada barco seria usado por dois atletas e estariam vazios,
tendo de ser enchidos conforme a estratégia de cada equipe para percorrer os 18km.

Transição da canoagem para segunda perna de bike (37km), trecho previsto para ser noturno e
com dois Pcs no caminho, porem aqui tínhamos o primeiro horário de corte a 0 horas ou meia
noite……..rsrsrsrs, como preferirem. Quem chegasse após esse horário não passariam por esses dois Pcs indo direto para a próxima

Área de Transição

Entre as equipes que fizeram a canoagem noturna, foram relatadas que pequenas corredeiras, pedras e a
pouca visibilidade da noite fizeram alguns botes virarem e ai o frio foi o maior vilão.

Transição Mountain bike para segundo trekking, aqui a dica no race book recomendando o
uso de calça e camisa de manga longa já indicava o que viria pela frente, Chauás e suas trilhas
vermelhas no mapa…. Para quem não conhece as trilhas vermelhas nos mapas deles, essas são os
tradicionais rasga matos, trechos de caminhos nada convencionais ou quase
inexistentes…..rsrsrsrs Além da dica de altimetria.

Aqui também teve o segundo horário de corte as 08:00 da manhã de sábado, quem chegasse
após não faria o trekking de (12km) e seguiria por mais (20km) de bike direto até a chegada.

Curiosidades da etapa do Chauás de Pedro de Toledo
Os atletas que completaram a prova de 150km com percurso full (completo Total), sentiram na
pele todas a dificuldades além dos 7000m acumulados de altimetria.

Urtzi Iglesias Mota, diretor técnico da Expedicion Guarani que esse ano sediará a final do mundial ARWC2022, correu com os amigos brasileiros na equipe Mantiqueira Team finalizando em 8º lugar e percurso full

Resultado 150km
Quarteto Misto
1º – Aksa
2º – Mamba Negra
3º – Xango Krass
Duplas Masculinas
1º – UBUNTU XONDARO
2º – RAIN FOREST
3º – AZIMUTE
Duplas Mistas
1º – UBUNTUXONDARO
2º – TAMOS JUNTOS ACAMPAR
3º – TRATOR TEAM
A Expedição Chauás agradece o grande apoio institucional da Prefeitura Municipal de Pedro de
Toledo.
Mais informações sobre o organizador e seu circuito no site https://www.chauas.com.br/