Trail Running

Movido pela paixão - 6x finisher do Mont Blanc, Décio Ribeiro é o primeiro sul-americano a completar todas as provas do UTMB

Por Wladimir Togumi • terça, 08 novembro 2016 - 12:31

Ao terminar a OCC (Orsières-Champex-Chamonix) neste ano de 2016, Décio Ribeiro, corredor e proprietário da D-Run Assessoria Esportiva, se tornou o primeiro brasileiro e sul-americano finisher em todas as corridas que formam o evento Ultra-Trail du Mont-Blanc, completando 10 anos de história junto à mítica prova de montanha que se tornou a Copa do Mundo das corridas de montanha e o desejo de todos os trail runners do planeta.

Décio Ribeiro na chegada do OCC 2016, tornando-se finisher em todas as provas do evento UTMB © Arquivo Pessoal

O evento é sempre realizado no final do mês de agosto e reune 8.000 corredores para as 5 provas do circuito. Esse número poderia ser muito maior, mas a organização impõe um limite no número de participantes.

A prova passa por 3 países - França, Itália e Suíça - e em 2016 reuniu atletas de 87 países sendo que dentre eles, 12 levaram delegações com mais de 100 representantes.

O desafio de completar todas as provas do evento surgiu através de amigos e patrocinadores depois de completar 2 das 4 provas na época, feito finalizado em 2013. Um ano depois a organização lançou o OCC e Décio voltou para completar novamente, todos os percursos oferecidos.

As cinco distintas provas que formam o evento são:

  • UTMB® [Ultra-Trail du Mont-Blanc ]
    170 km com 10.000 metros de inclinação positiva
    Tempo limite: 46h30m
    Número máximo de participantes: 2.300
  • CCC® [Courmayeur-Champex-Chamonix]
    101 km com 6.100 metros de desnível positivo =
    Tempo limite: 26h30m
    Número máximo de participantes: 1.900
  • TDS® [Sur les Traces des Ducs de Savoie]
    119 km, com 7.200 metros de desnível positivo
    Tempo limite: 33 horas
    Número máximo de participantes: 1.600
  • OCC [Orsières-Champex-Chamonix]
    55 km de cerca de 3.300 metros de subida
    Tempo limite: 14 horas
    Número máximo de participantes: 1.200
  • PTL® [La Petite Trotte à Léon]
    300 km com 26.500 metros de subida
    Tempo limite: 151h30m
Andre Arruda e Décio Ribeiro, os primeiros brasileiros a completar o UTMB © Arquivo Pessoal / 2006

Leia abaixo o relato de Décio Ribeiro:

"Em 10 anos de história com o Mont Blanc, onde em 2006 desbravei o UTMB com meu aluno e amigo Andre Arruda, a paixão foi à primeira vista. Desde então sempre mantenho um vínculo com aquelas montanhas.

Voltei em 2007 e repeti o UTMB, levando além do Andre, mais quatro integrantes da D-run e desde então sempre treino alunos e amigos pra participar do que podemos chamar hoje de COPA DO MUNDO do trail running mundial.

Décio e Andre ao lado do italiano Marco Olmo, que aos 57 e 58 anos de idade se tornou bi-campeão do UTMB nos primeiros anos de prova dos brasileiros. © Arquivo pessoal

Em 2011 completei ao lado de Luiz Mazzotini o PTL de 330 km, e na sequência 2012 e 2013 o TDS e CCC respectivamente.

E este ano terminei um ciclo muito importante na vida, concluindo o OCC, a prova mais curta do circuito, e me tornando o 1º Brasileiro e Sulamericano a ser um FINISHER em todas as provas.

Orgulho de ser brasileiro, representando meu país; orgulho de ter uma esposa, Marcia Beltrame, que sempre me apoia, estando do meu lado sempre, dos meus filhos, agora em especial o pequeno DDD; aos meus pais; e com certeza a todos meus alunos, amigos e parceiros, que sempre me apoiaram e me incentivaram !!!

Dicas importantes - Disciplina e um bom planejamento sempre farão uma grande diferença para a obtenção de um ótimo resultado em provas de ultra maratonas, seja de asfalto ou montanha. Uma boa periodização com a prova alvo, no decorrer dos treinamentos, com suporte de provas complementares, irão ajudar muito a concluir com êxodo um grande desafio. Procure estar em dia com sua avaliação física, médica e procure um treinador ou profissional pra lhe acompanhar e montar sua planilha de treinamento.

Cada prova: um sentimento, uma decisão, um sonho a mais, uma surpresa, uma superação....uma conquista.

UTMB 2006 e 2007: em 2006 o grande objetivo era completar, já que a prova mais longa que havíamos feito era a Comrades. Então com muito medo, cautela e uma boa dose de espirito aventureiro, já que eu praticava corridas de aventura há alguns anos, foram fundamentais pra me ajudar a concluir este desafio. Já em 2007, o objetivo foi em baixar meu tempo e ver até onde o meu corpo poderia andar mais rápido, claro, com uma dosagem de bom senso, porem já sabendo e conhecendo a prova.

PTL 2011: não tem como falar deste prova, sem antes comentar que em 2010 eu tentei fazê-la ao lado do parceiro Andre Arruda, porém o início de um edema pulmonar por volta do km 80 me fez abandonar. Sonho adiado, porém não desistido. Voltei em 2011 ao lado de outro grande parceiro, Luis Mazzotini. Realizamos aclimatação uma semana antes em refúgios acima de 2.500m de altitude nos arredores de Chamonix e isso foi determinante para o sucesso desta conquista, além de muito treinamento e uma logística bem elaborada, pois esta prova tem como característica ser Survivor, ou seja, auto suficiente, contando apenas com direito a 2 sacos de apoio em lugares determinados e o uso de cartas topográficas e GPS para seguir a rota. A grande surpresa aqui foi uma chuva de granizo e neve que enfrentamos na ultima noite, causando uma sensação térmica de -10 ºC em pleno verão europeu. O perrengue foi grande, mas com equipamentos de alta qualidade, experiência e muita navegação conseguimos superar este grande susto.

Luiz Mazzotini e Décio Ribeiro no final do PTL © Arquivo Pessoal / 2011

TDS 2012: este desafio foi criado por amigos e patrocinadores. "Agora você terá que voltar e fazer todas as provas". Até então as duas que faltavam era esta, de 119 Km e o CCC, de 101 Km. Algo mais fácil, porém sem perder o respeito pelas montanhas. Assim me pré-dispus a treinar forte e voltar para Chamonix para concluir mais esta dura prova, que comparada com a UTMB, dividindo a quilometragem pela altimetria, a deixava mais difícil e mais técnica.

CCC 2013: a mais curta, porém a mais a fácil ? Bom, na vida temos sempre uma nova lição e surpresa. Neste ano estava com o maior grupo do Brasil: 10 atletas para participar das provas do circuito. Tive um inicio de prova bem tranquilo e após passar por Champex, o que era pra ser mais uma prova a concluir, se tornou um martírio e uma prova dramática. Minhas forças acabaram e a cada subida e descida, parecia que eu iria desmaiar. Realmente foi um grande aprendizado e com a ajuda de meus amigos e pensando apenas em concluir, descobri o significado da frase: "a fé move montanhas".

Luiz Mazzotini e Décio Ribeiro com o diretor da PTL, Michel Polleti © Arquivo Pessoal / 2011

OCC 2016: em 2014, um ano após eu concluir todas as provas do circuito, criaram esta nova de 55km. Novamente movido pela paixão e amigos, voltei neste ano para fechar mais esta prova, com largada de manhã e tempo limite de 14h. Prova menos complicada, porém com altimetrias fortes, pois faz parte do mesmo caminho do UTMB.

Conquistei mais esse sonho e completei (de novo!) o Circuito UTMB. E com um gostinho mais que especial, com meu filho Davi na torcida.

Por isso que digo: "O impossível só existe para aqueles que nunca tentaram."

No decorrer de todas estas conquistas, tenho que agradecer a todos os meus apoiadores e patrocinadores, que de uma forma ou outra, acreditaram no meu ideal. Obrigado a Fortitech, Salomon Brasil, Costa Verde Turismo, Bionexo e Nutristore por me apoiarem neste grande projeto!!!

Agradeço a Deus por mais esta oportunidade e posso dizer que sou um cara de sorte por ter recebido mais esta benção!!! Muito obrigado !!!"

Por Wladimir Togumi
terça, 08 novembro 2016 - 12:31 | geral
Sites Parceiros
RBCA
Ranking Brasileiro de
Corrida de Aventura
Digital Pictures
Fotografia
Trail Hunters
Portal Trail Running
Cadastro
Cadastre seu email e receba as noticias automaticamente no seu email diariamente