Organizando o treino

Sempre que falamos de treinamento, as pessoas pensam em intensificar cada vez mais para que sua performance seja cada vez melhor, não é verdade?

Pois bem, treinar todos os dias em intensidade muito elevada tem como consequência a diminuição do condicionamento físico e a incapacidade de obter um rendimento ótimo como era de se esperar.

Isso ocorre porque nosso organismo necessita de um período de descanso para compensar toda a energia gasta durante o treino anterior e se esse período não é respeitado o “motor” humano tende a quebrar.

Devemos nos conscientizar que nosso preparo físico melhora quando estamos dormindo, isto é descansando, pois é nesse momento de “pit stop” que o nosso organismo se reabastece de energia para o treino seguinte. Sem se esquecer da alimentação porque de nada adianta respeitar o descanso se não há “combustível” para suprir as necessidades de cada atleta. Por exemplo, quando realizamos um esforço em intensidade de 100%, nosso organismo em média estará apto a realizar um novo esforço semelhante somente após 48 horas. Depois dessa informação avalie os seus treinos e verifique se você não está abusando de você mesmo.

Lembre sempre que um programa de treinamento mal elaborado aumenta a probabilidade de ocorrer lesões como por exemplo, distensões, entorses, dores articulares e etc. Muitas vezes não existe ao menos um programa a ser seguido.

Na figura a seguir podemos visualizar o que ocorre como o nosso organismo após uma sessão de treinamento.

fig1

Comentário: Nosso condicionamento físico é representado pela linha verde. Após o treinamento (1), nossa condição cai drasticamente; após um período de descanso (2) há uma compensação da energia gasta durante o treino, consequentemente nossa condição retorna ao seu ponto inicial.

Mas como nosso organismo é muito “esperto”, ele avalia a energia gasta no treino anterior e cria uma reserva a mais para a sessão seguinte (3), pois ele não sabe qual será a intensidade do treino seguinte, por consequência nosso condicionamento tende a melhorar.

Agora vamos verificar o que ocorre quando não descansamos o suficiente:

fig2

 

Comentário: Como podemos verificar, quando o tempo de descanso é insuficiente para que ocorra uma supercompensação por parte do organismo, nosso condicionamento tende a regredir tendo como produto final o OVERTRAINING, ou SOBRETREINAMENTO.

O sobretreinamento pode ser diagnosticado através dos seguintes sintomas:

· Cansaço constante
· Falta de motivação
· Lesões freqüentes
· Insônia

Portanto cuidado: às vezes queremos compensar o treino perdido e ao invés de melhorar nosso condicionamento, estaremos nos colocando em situação muito perigosa e até mesmo deixar de treinar e competir por um longo período.

Comentários Facebook

Disqus

advmag