Destaques Trail Run

Conheça Jon Albon, campeão mundial de trail 2019

Em entrevista para o site da Red Bull no final do ano passado, focado na sua quinta vitória no Mundial de Corrida de Obstáculos (OCR – Obstacle Course Racing), Jon Albon falou um pouco sobre sua rotina de treinamento.

E como pudemos ver, o atleta britânico não sai bem apenas nos percursos com obstáculos e agora adicionou ao seu currículo mais um titulo mundial, desta vez do 2019 Trail World Championships. Ele ainda tem o título de campeão mundial do World Skyrunning Champs – Categoria Ultra e da Spartan, ambos em 2018.

Entre outros feitos ele tem uma maratona para o tempo de 2h26 e vitória nos 52 km da Tromso Skyrace 2018.

Sem treinador e sem planilha

Sabemos que isso não é uma regra e que algumas pessoas tem um dom natural para o esporte, sem precisar seguir planilhas. E com Jon Albon acontece isso e umas da poucas regras que segue é o princípio 80/20, ou seja, realizada 80 por cento dos seus treinos em baixas rotações e 20% em níveis mais altos.

Especialista em nada

“A verdade é que não me vejo com um atleta de uma atividade em particular. Simplesmente gosto de correr e é isso que faço! Pouco me importa quando, onde e qual distância. O meu objetivo é estar em forma da maneira mais completa possível. Faço aquilo que gosto e a casualidade permitiu ser bom nas corridas de obstáculos e skyrunning.”

Albon disse que a facilidade que tem para se adaptar à distintas condições é devido ao seu treinamento variado. “Pratico esqui, esqui de fundo, corrida, ciclismo. Não digo ‘não’ a nada.”

Não é preciso correr grandes distâncias nos treinos

Apesar de ser um skyrunner de grande distância, Albon raramente corre mais de 20 quilômetros em uma sessão de treino, pois o mais importante para ele é o tempo de treino e não a distância. Pela manhã corre meia hora e depois faz outra saída de uma ou duas horas.

“No inverno fiz esqui de montanha com umas 6-8 horas realmente lento. Subía uns 11.000m na semana. Assim quando chegou o verão já tinha uma boa base no meu preparo físico. Não senti necessidade de sair para correr por vários quilômetros.”

As competições são parte fundamental do treino

Apesar de correr trechos curtos, Albon é capaz de ganhar provas de ultra distâncias e segundo o atleta o segredo é participar das competições como parte do treino. “Sinceramente sem as corridas creio que não estaria totalmente em forma. Não há nenhum treinamento que possa substituir uma competição. Ao terminar uma corrida o ideal é fazer treinos mais suaves para que o corpo se recupere.”

Tornando-se um atleta de montanha

Durante a tempora de prova Albon faz em média 6.000m de ascensão por semana. Da porta da sua casa são apenas 3 quilômetros até alcançar um vertical de 300m. Essa é uma das razões porque correr menos que o normal. “Correr nas montanhas toma muito mais tempo já que fazer 6 Km equivale a 10Km no plano.”

Adicione sessões de velocidade em pista

Quando não corre no asfalto ou na montanha Albon vai a uma pista. “É algo que faço o tempo todo. É prazeroso tentar correr o máximo que puder. Primeiro faço aquecimento e depois umas 10 sessões de mil metros. Antes dos mundiais de obstáculos fazia sessões de 400m com 30 segundos de descanso.”

Viver no lugar perfeito para o Skyrunning

Em 2014, Jonathan Albon decidiu mudar-se para a cidade norueguesa de Bergen, decisão que acabou contribuindo para que melhorasse o seu desempenho nas provas de Skyrunning. “Em Bergen existem grandes montanhas e grandes complexos onde é possível treinar. Podes correr junto ao mar, no asfalto, em trilha e até em pântanos. Em uma subida de 600 metros se encontra todo o tipo de terreno.”

E ele conhece também os melhores corredores da Noruega. “Alguns dos melhores corredores de montanha vivem em Bergen e treinar com eles me faz ver que não sou tão bom assim. Isso me faz melhorar a cada dia. Trocamos idéias e todos saem ganhando.”

Comentários Facebook

Disqus

advmag