Conheça o percurso de 140 km que vai tirar o fôlego de 3,7 mil atletas no Volta à Ilha 2014

Por Redação - 25 Mar 2014 - 08h44

A corrida Revezamento Volta à Ilha ASICS 2014, que passa por 140 km do contorno da Ilha de Santa Catarina, chega a 19ª edição no próximo dia 12 de abril. A competição é conhecida por desafiar 3,7 mil atletas de todo o Brasil a se revezarem em trechos de trilhas, morros, areias e asfalto para completar a prova que tem um dos maiores e mais difíceis percursos do país. No ano passado, a equipe campeã levou 8h01min05s para terminar o trajeto.

Santo Antônio de Lisboa

O percurso do Volta à Ilha passa por 25 das 41 praias de Florianópolis. Ao longo de 19 edições, foi sendo adaptado para fugir de rodovias movimentadas e ficar mais fiel ao contorno da Ilha. No início eram 150 km e mais de 20 pontos de troca, que diminuíram para 140 e 18. Cada um deles foi escolhido de forma estratégica para que a corrida flua e conte um pouco da história de Florianópolis. "A seleção dos pontos de troca foi algo que adaptamos ao longo das edições para que fosse o local certo não só para o revezamento entre os atletas, mas também entre os diferentes espaços e histórias que compõem a nossa ilha", conta o idealizador da prova e diretor-presidente da Eco Floripa Eventos Esportivos, Carlos Duarte.

Logo no começo da prova, depois de 25 km no sentido Norte no asfalto da SC-401, o percurso passa no lugar em que foi construída a primeira rua calçada do Estado: os tradicionais bairros de colonização portuguesa Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui. "É um retiro onde os atletas podem descansar de tanta fumaça de escapamento, e repousar a vista com uma bela paisagem", destaca o estudante de gastronomia e morador do bairro, Thálion Mibielli, que já acompanhou a prova muitas vezes. Os corredores têm mesmo 10 minutos de descanso ao terminar este trecho. Para chegar no próximo ponto da corrida, no Pontal da praia Daniela, os participantes fazem uma travessia de barco ou de banana boat. O tempo é descontado do total da prova, ou seja, não é cronometrado.

Ao desembarcar na praia da Daniela, o percurso segue no sentido Oeste e passa pela Praia do Forte, Jurerê Internacional, Canasvieiras, Cachoeira do Bom Jesus, até alcançar a Ponta das Canas, no extremo Norte da Ilha. Ao chegar na Lagoinha de Ponta das Canas, o atleta enfrenta uma trilha de 3,5 km, com 180 metros de altitude, que o leva até a praia Brava. Em seguida, há outra trilha, entre a praia Brava e os Ingleses. "Já vi atletas passarem muito concentrados aqui na areia da praia. Dá para perceber que estão participando de uma competição séria, e isso incentiva o esporte na região", diz a empresária e moradora de Canasvieiras, Sandra Mayer.

A corrida segue no sentido Sul, contornando as praias do Leste da Capital: Santinho, Moçambique, Barra da Lagoa, Joaquina, Campeche, Armação e Pântano do Sul. Os trechos variam entre dunas, asfalto e areia. Depois da praia dos Açores, chega o ponto mais difícil do percurso: a estrada de terra do Morro do Sertão. São 15 km, sendo 6 km de subida do morro de 250 metros de altitude. A prova continua no sentido Norte, passando pelo Ribeirão da Ilha, aeroporto, rodoviária e voltando para a avenida Beira-Mar Norte, até finalmente cruzar a linha de chegada.

Serviço
19º Revezamento Volta à Ilha - 2014
12.04.2014
Florianópolis (SC)
www.ecofloripa.com.br/voltailha
Redação
Por Redação
25 Mar 2014 - 08h44 | sul |
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Cadastro
Cadastre seu email e receba as noticias automaticamente no seu email diariamente