Em dupla, atletas se revezam para completar os 140 km da Volta à Ilha

Por Redação - 11 Abr 2013 - 11h58

A 18ª edição do Volta à Ilha ASICS vai reunir 3,7 mil atletas que vão se revezar para completar o percurso de 140 km do contorno da Ilha de Santa Catarina no dia 20 de abril. Para os 46 corredores que se inscreveram na categoria Dupla, o desafio é ainda maior. No ano passado, os campeões desse grupo completaram a volta em 19º lugar entre as 400 equipes participantes, com um tempo recorde de 10h18min48s.

A maioria dos atletas que corre na categoria Dupla adota a estratégia de revezar a cada um ou dois percursos. Enquanto um corre, o outro segue de carro até o ponto da próxima troca. Foi assim que a dupla de Goiás, formada por Sinei Mendanha, 24, e Cleiser Alves, 34, da equipe André Villarinho, venceu a corrida pelo quarto ano consecutivo em 2012 e conquistou o favoritismo da torcida. Mendanha é peão de fazenda em Americano do Brasil e Alves é servente pedreiro em Goiânia. "Adaptamos o treino para as mudanças no percurso. Nossa preocupação é fazer a prova bem e baixar nosso próprio tempo", conta o treinador André Villarinho.

Sinei e Cleiser
Sinei Mendanha e Cleiser Alves

Mas eles não estão sozinhos. A dupla treinada por Rodrigo Tomazelli, de Porto Alegre, ficou em segundo lugar no ano passado. Este ano, o atleta Luis Fernando Luz, de 33 anos, substituiu Rodrigo Quevedo, que dividiu a prova com Tiago de Mello, de 29 anos, em 2012. Os dois formam a dupla Companhia dos Cavalos e pretendem vencer os favoritos. "A ideia é dar ainda mais trabalho para os goianos. Vamos tentar baixar o tempo de 10 horas para ganhar deles", projeta o treinador.

Outra dupla que participará da prova buscou no ambiente virtual uma forma de vencer a distancia e manter o estímulo. "Este ano não pudemos treinar juntos, mas trocamos mensagens pela internet para mantermos a motivação. Além de ser a melhor prova do mundo, o Volta à Ilha também é boa uma desculpa para nos falarmos todos os dias", conta a farmacêutica Maria Clara, 27 anos, que participará da prova na categoria Dupla com seu pai, o médico Rolf Hillmann, de 56 anos, que mora há 1 ano na Austrália e voltará para o Brasil especialmente para correr a 18ª edição do Volta à Ilha ASICS.

"Cada categoria é uma disputa a parte. Os atletas que conquistaram a segunda e terceira posição voltam para tentar conquistar o primeiro lugar", explica o idealizador da prova, Carlos Duarte. Ao todo são oito categorias, que vão de iniciantes a atletas de elite. A categoria Participação tem maior número de inscritos, com mais de 200 equipes. Já entre as competitivas, a Aberta/Mista é a que reúne mais atletas, com 43 grupos na disputarão o troféu este ano.

Redação
Por Redação
11 Abr 2013 - 11h58 | sul |
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Cadastro
Cadastre seu email e receba as noticias automaticamente no seu email diariamente