Veja como foi a Corrida de Aventura Bituin

Por Redação - 08 Nov 2012 - 01h19

Nos dias 3 e 4 de novembro aconteceu a Corrida de Aventura Bituin, sendo a etapa final do Ranking Catarinense, que defininiu os representantes estaduais do Campeonato Brasileiro. Foram duas categorias em disputa, expedição (120km) e aventura (50km).

Na expedição a disputa foi bastante acirrada. A largada foi de duck (11km), com a Papaventuras, Junkes, Santa Ritta e Arco e flecha chegando em menos de 5 minutos de intervalo entre si. Iniciou-se então um trekking de 13km bastante técnico, subindo para a rampa de parapente no morro do Tchumi (PC2) e descendo a montanha por uma trilha bastante técnica. O trecho restante alternou estradas de terra, trilhas, roças, pastos e dependendo da rota, charcos.

No final deste trecho as equipes encontravam-se separadas e as posições se encontravam da seguinte forma: Quartetos: 1º Papaventuras, 2º Hurakán e 3º Senta a Pua; Duplas Mistas: 1º Koru e 2º Xokleng; e Duplas Masculinas 1º Junkes, 2º Arco e Flecha, 3º Santa Ritta, 4º Qualquer Coisa e 5º Med & Jiu. A partir daí as diferenças só foram aumentando, sem haver mais alternâncias de posições, apenas duas desistências.

E a noite chegou durante o trekking, fazendo com que o trecho seguinte de 13Km de canoagem fosse noturno. O grande trecho de remanso, sem corredeiras, exigiu bastante resistência dos atletas, sendo que alguns sentiram nesta hora o frio. E apesar do ritmo forte as posições não mudavam.

Em seguida veio o ponto alto da prova, um MTB de aproximadamente 60km que chegava a quase mil metros de altitude no PC9 (o rio estava a 300m) antes da metade do treho, exatamente em cima da pedra mostrada abaixo (a foto é de dia, apesar do trecho da prova ter sido noturno), no local chamado de 3 picos (apesar do pessoal da prova ter falado que tinha muito mais pico que esse).

A equipe Senta a Pua acabou não encontrando este ponto e ficou fora da disputa, acionando seu apoio para o resgate. Já a equipe Med & Jiu chegou no PC9 e abandonou após 10h de prova.

Mas a bike não estava nem na metade e o melhor estava por vir. Muita trilha em meio a grande extensão de mata e reflorestamentos. Saindo das trilhas, mais um trecho de estradas de terra, com diversas bifurcações, culminando na descida da Serra Cobras Sul até a SC-302, para em mais alguns quilômetros chegar ao município de Aurora para mais um trekking. E apesar da dificuldade do trecho o nível de navegação das equipes foi muito bom, mantendo-se as posições e aumentando mais ainda a diferença.

Em seguida aconteceu um trekking de 11km, que tinha início em uma trilha íngreme que saía em um reflorestamento e seguindo por estradas de terra até uma pequena cachoeira onde começava o Canyoning de 2,2km, com aproximadamente 1h de duração. Este ponto era liberado apenas as 6h da manhã, sendo que apenas as equipes Junkes e Arco e Flecha conseguiram descansar um pouco, a primeira parando por 1:30h e a segunda por 15min. A Papaventuras chegou 6:01, partindo direto pra água. Finalizado o Canyoning eram mais alguns km de estrada até a AT.

A última perna de prova era "apenas" asfalto plano com 12km, mas isso fez com que o pessoal ainda pedalasse forte até a chegada. A equipe Junkes liderou desde a segunda perna de prova, abrindo cerca de uma hora e meia da Papaventuras, primeiro quarteto.

Categoria Aventura - A categoria Aventura largou de bike às 8h da manhã de domingo, seguindo primeiramente um trecho sem grandes desníveis, de aproximadamente 12km, até o município de Aurora. As equipes Papaléguas, Amsterdã e Gustavos chegaram bastante próximas, com apenas 2 min de diferença.

Iniciou-se um trekking de 11km, dos quais 2,2km era um canyoning (pelo leito de um ribeirão), onde as equipes tinham de encontrar 5 prismas com picotadores em um trecho bastante técnico, tendo inclusive de nadar em alguns pontos. Os Gustavos foram os primeiros a completarem este trecho, seguidos por Papaléguas, Butucas e Amsterdã, estes últimos bastante próximos. Um pouco mais distante vinha a equipe Canela Pro. Nas duplas mistas, Eco-Adrenalina saiu na frente, com 9min de vantagem sobre a Master Adventure, que por sua vez tinha 5 min de vantagem sobre a Saranduva.

Partiu-se então para um curto MTB até a transição para o duck, onde nas duplas mistas não houve alteração de posições e nas masculinas Amsterdã ultrapassou Butucas, obtendo apenas 1 minuto de vantagem.

Na última parte de remo, de mais de 10km, a equipe Gustavos manteve a liderança, ganhando da Papaléguas (2º) por 17 min. Amsterdã e Butuca continuaram próximas, com Amsterdã chegando em 3º. Nas duplas mistas Eco Adrenalina manteve a liderança, enquanto a Saranduva ultrapassa Master Adventure para chegarem nas 2º e 3º posições respectivamente.

Mais informações: www.expedicaoeaventura.com.br

Redação
Por Redação
08 Nov 2012 - 01h19 | sul |
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Cadastro
Cadastre seu email e receba as noticias automaticamente no seu email diariamente