Salomon Sense Pro: cara de asfalto, vocação para trilha

Por Danilo Vivan - 25 Out 2017 - 09h24
Equipamentos

O corredor de montanha mais experimentado que for a uma loja de produtos de aventura em busca do próximo tênis provavelmente não dará muita atenção ao Salomon Sense Pró. Afinal, ele tem uma certa cara de asfalto e, diante de irmãos mais ‘parrudos’ da marca francesa - como os clássicos Speedcross e XAPró ou o Speedtrack, que já testamos aqui – pode passar despercebido. Puro preconceito. Uma análise mais atenta mostra que, apesar da cara de tênis de corrida de rua, o DNA de perrengue da Salomon está ali, intacto, e o modelo pode ser uma opção versátil e relativamente barata pra encarar trilhas, como constatamos neste review.

Salomon Sense Pro

Pra começar, uma explicação rápida: o Sense Pró é o modelo de entrada da celebrada linha S-Lab (desenvolvida com a consultoria de ninguém do espanhol Killian Jornet, maior ultra maratonista de todos os tempos e patrocinado da marca), voltada para performance, mas nesse caso com um preço mais acessível. No site da Salomon, pode ser adquirido por R$ 559,90 – ante no mínimo R$ 999 de outros tênis da mesma linha, como o S-Lab Sense 6. Como comparação, o Speedcross sai por R$ 749.

Segundo a Salomon, justamente por se tratar de um modelo de performance, o Sense Pró possui pouco um perfil quase minimalista (para os padrões de tênis de trilha), com pouquíssimo drop (5,4 mm), muita leveza (250 g) e pouco amortecimento – já tratamos da questão do minimalismo aqui, link abaixo. A lógica é a do ‘menos é mais’, para proporcionar agilidade nos trechos de terra batida e trilhas de single track. Como forma de garantir a estabilidade sem comprometer a já mencionada leveza, a Salomon equipou o modelo com uma placa estabilizadora fina, mas muito resistente em TPU (uma espécie de poliuretano), batizada de ProFeel Film. Essa placa se mostrou bastante eficiente num teste que realizamos descendo a trilha do Pai Zé no Pico do Jaraguá em São Paulo. Além dessa trilha, o Sense Pró foi testado na Serra da Indiana, em Botucatu (SP), uma estrada íngreme e com muitos pedriscos – confira no vídeo.

Além da placa estabilizadora, outra tecnologia bacana presente no modelo é o sistema chamado Endofit, uma espécie de meia interna desenvolvida para ‘abraçar’ o pé do corredor, proporcionando um excelente ajuste, como também pudemos constatar nos testes de campo. Por fim, o Sense Pró possui o já conhecido e eficiente sistema quicklace (cadarços de ajuste rápido em kevlar).

O solado Contagrip, desenvolvido pela Salomon, também faz parte do tênis, mas numa versão menos agressiva que as grandes travas presentes nos irmãos Speedcross e Speedtrak. Se, por um lado, ele rende menos em areiões e lama (terrenos nos quais o Speedcross é imbatível), por outro faz do Sense Pró um tênis mais versátil, que vai bem no asfalto – confira no vídeo -, mas não chega a fazer feio em subidas com pedras ou em trechos com pouca lama.

É evidente que, para corredores acostumados com os clássicos da Salomon, o Sense Pró pode parecer um pouco ‘fora da família’. Mas se você não tem problemas tênis com pouco drop e pouco amortecimento, mas quer ganhar em peso (e em preço) considere esse modelo na hora de comprar seu próximo tênis de trilha.

Salomon Sense Pró
Preço: 599,90, no site da Salomon
http://www.salomon.com/br/product/sense-pro.html
Peso: 250g
Drop: 5,4 mm

Solado do Salomon Sense Pro
Danilo  Vivan
Por Danilo Vivan
25 Out 2017 - 09h24 | geral | Equipamentos
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Cadastro
Cadastre seu email e receba as noticias automaticamente no seu email diariamente