Primeira escalada de um lugar mágico no Libano

Por Redação - 16 Out 2015 - 10h36

"Se você viaja pelas estradas conhecidas, você está basicamente sempre seguindo em frente. Mas se você for para algum lugar onde ninguém esteve e fizer algo que ninguém tenha feito, você está à frente e é isso que eu gosto." Essa é filosofica de David Lama, que já o levou para as montanhas mais impressionantes do mundo e mais recentemente, para a garganta do Baatara, no Líbano, com uma paisagem surreal como do filme Avatar.

Avaatara (9c)

Foi uma foto tirada por trás da cachoeira, mostrando a garganta com seus arcos bizarros, que inspirou o austríaco de 25 anos, cujo foco tem sido direcionado exclusivamente para o montanhismo por muitos anos, para voltar às suas raízes na escalada esportiva e tentar a primeira escalada no Baatara, também conhecida como "Caverna das três pontes", um ponto de referência em Tannourina, a 75 quilômetros da capital libanesa, Beirut.

E a realidade superou a imagem. "Quando entrei no lugar pela primeira vez, achei que não poderia ser real. O sumidouro é um lugar mágico: cachoeira com mais de 100 metros; três, belos e naturais, arcos; rochas azuis e laranjas, um perfeto contraste. Combinando com as plantas verdes, imediatamente me fez pensar na paisagem surreal do filme Avatar", disse David Lama. "Não é comum você ter um local tão impressionante e ninguém ter escalado antes".

"Quando você ouve falar do Libano, não pensa em escalada, natureza ou atividades. Você ouve apenas sobre a guerra! A escalada no Libano é um esporte muito novo, mas está no caminho certo, com muito potencial", explica o escalador libanês Jad Khoury, que deu apoio ao austríaco.

O nome que deram à rota foi Avvatara (9a), uma mistura de Avatar e Baatara.

 

Redação
Por Redação
16 Out 2015 - 10h36 | geral |
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Cadastro
Cadastre seu email e receba as noticias automaticamente no seu email diariamente