Expedition Alaska - Corrida de aventura na última fronteira

Por Redação - 13 Jul 2015 - 12h44
Corrida de Aventura

A Expedition Alaska prometeu levar a corrida de aventura de volta às raízes do esporte e, com um um percurso que elevou o nivel do esporte, conseguiu. A corrida é uma mais novos membros do AR World Series e atraiu 20 equipes, entre elas a Columbia Vidaraid e Tecnu, respectivamente primeiro e quarto lugares no ranking mundial. Uma das surpresas foi a presença de 6 equipes da Austrália ou que incluía um atleta australiano.

O diretor da prova Dave Adlard não deixou dúvidas em sua intenção de usar o imenso e selvagem terreno do Alaka para criar um percurso exigente e inesquecível.

A travessia de glaciar foi um dos primeiros desafios

Dois destaques da corrida logo no início foram uma travessia de rio, que se mostrou muito mais dificil que o esperado e na qual pelo menos um competidor e um staff de midia foram levados pela correnteza, e a passagem pelo Glaciar Eklutna. Neste trecho o atleta Marco Anselem (Columbia Vidaraid) caiu em uma greta e foi resgatado com a ajuda de seus companheiros de equipe, de outras equipe e staff da prova. Felizmente ele sofreu apenas uma lesão no ombro.

Neste momento a Tecnu já tinha conquistado a liderança e os integrantes se mostraram prontos para enfrentar as dificuldades do percurso. Após um começo molhado e a travessia do glaciar, a corrida não ficaria mais fácil e seguiu para um seção que Adlard chamou de "the Soul Crusher", que foi uma combinação de trekking e pack-rafting que levou as equipes ao limite. As condições molhadas causou muitos problemas nos pés dos participantes e a Team Everest virou um dos pack-rafts e passou horas correndo atrás de mochilas perdidas com equipamentos essenciais.

Pack Rafting foi uma das modalidades diferentes desta prova

Outros problemas que as equipes tiveram que enfrentar foram quedas no gelo, caindo de barrancos e até mesmo o ataque de vespas. Mas o encontro com a vida selvagem poderia ser pior e felizmente não foi noticiado problemas com ursos ou alces... apenas um rato na mochila da Tecnu comendo sua comida.

No meio da corrida as equipes chegaram em um dos estágios mais esperados - o rafting nível IV e V pelos canions do Six Mile Creek, que teve o relógio parado e guiado para segurança de todos.

O estágio final foi um trekking de 5 quilômetros pela Mount Marathon, onde um dia antes aconteceu uma corrida de trail running (vencida em tempo recorde por Killian Journet), mas as equipes de aventura não tinham pressa, queriam apenas completar o trecho e garantir sua classificação. A Tecnu garantiu a vitória, com a Yogaslackers em segundo e Team Rogue, terceiro.

Canoagem em meio a Icebergs

 

Serviço
Expedition Alaska 2015
28.06.2015
Anchorage, Alaska ()
www.expeditionak.com
Redação
Por Redação
13 Jul 2015 - 12h44 | geral | Corrida de Aventura
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Cadastro
Cadastre seu email e receba as noticias automaticamente no seu email diariamente