Principal desafio do Campeonato Carioca de Corrida de Montanha acontece em Petrópolis

Por Redação - 02 Abr 2014 - 08h11

Concluídas duas etapas do Campeonato Carioca de Corridas de Montanha, alguns atletas já se destacaram pelo alto desempenho nas provas. No entanto, ainda é cedo para falar em favoritismo, já que, este ano, a competição contará com oito provas. Mas esse cenário deve mudar de figura no próximo domingo, dia 6 de abril, e a partir daí conheceremos os nomes com potencial chance de serem campeões.

Eleita pelos participantes como uma das provas mais fantásticas do campeonato, a terceiro etapa é vista também como a divisora de águas da competição. Isso porque ela é considerada a mais difícil do Rio de Janeiro, com quase 1.500 metros de altitude e um dos níveis técnicos mais altos do Circuito Brasileiro, características escolhidas a dedo para mostrar quem de fato está preparador para superar as montanhas.

O palco escolhido para este desafio é a cidade de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro. Os participantes poderão optar pelas distâncias de 6 km e 12 km e terão que enfrentar um percurso bastante peculiar. A trilha é fechada e composta por uma variação de espinhos e navalha-de-macaco, uma espécie de capim com extremidades cortantes, o que exige cuidados específicos.

Calça, manga longa, luva e óculos, são alguns dos itens recomendados pela organização de prova por questões de segurança. Além disso, os atletas deverão estar devidamente equipados com um dispositivo de hidratação que comporte, em média, 1,5 litros de água, pois as difíceis condições de acesso à trilha não permitem a instalação de postos de reabastecimento entre os quilômetros 4 e 11.

Denominada como "Cidade Imperial", Petrópolis foi fundada em 1843, por iniciativa de Dom Pedro II, e detém o maior PIB e IDH da região, com movimentação na área de comércio e serviços e produção agropecuária e industrial. É em Petrópolis também que está instalada a sede do Laboratório Internacional de Computação Científica, unidade de pesquisa do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Entre as riquezas da época imperial, a cidade preserva até hoje o Palácio Quitandinha, o mais legítimo do Brasil e um dos maiores da América Latina. Com clima ameno, Petrópolis esbanja beleza e possuí um patrimônio cultural digno da história do nosso país, além de muitos pontos turísticos.

Mais informações: www.corridasdemontanha.com.br

Serviço
Copa Carioca de Corrida de Montanha 2014 - 3ª etapa
06.04.2014
Redação
Por Redação
02 Abr 2014 - 08h11 | sudeste |
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Cadastro
Cadastre seu email e receba as noticias automaticamente no seu email diariamente