Equipamentos Mountain Bike

Review: Specialized Propero com sistema ANGi

A nova gama de capacetes da Specialized para 2019 causou um enorme impacto com a nova tecnologia de detecção de acidentes da ANGi. Testamos o capacete Propero 3, que tem sido um best-seller por muitos anos, e a atualização é ainda melhor.

Com muitos recursos semelhantes ao S-Works Prevail, como o sistema de correias Tri-Fix e o 4D Dimension Cooling, que garantem uma incrível performance a um preço mais acessível.

Sem mais capacetes masculinos ou femininos

A Specialized criou um design unissex que funciona para todos, incluindo o Easy-adjust HairPort com quatro posições de altura traseira para o travamento.

Em termos mais simples, a Specialized criou um novo esqueleto interno para dar ao capacete toda a força e durabilidade que ele precisa, mas com mais aberturas. O material de correias Soft 4X DryLite remove cuidadosamente o suor de sua testa e o direciona para baixo, em suas têmporas, para garantir que você nunca perca de vista as estradas. Além disso, possui o MIPs (https://mipsprotection.com/), um sistema de proteção que reduz as forças nocivas transmitidas ao cérebro durante um impacto.

Muitas palavras extravagantes para explicar a tecnologia, mas a parte importante é que o capacete é muito confortável e facilmente ajustável.

Sistema ANGi

O capacete também vem com o novo sistema ANGi, elaborado pela própria Specialized. Angi significa Angular G-Force Indicator. É um pequeno dispositivo instalado na parte traseira do capacete que oferecer rastreamento e sistema de alerta para contatos de emergência.

Se você sofrer um acidente um alarme soará e a partir de então você tem um tempo pré-programado para desligar o alarme. Se você não o fizer, uma mensagem será enviadas para seu(s) contato(s) de emergências. E não se preocupe, ele foi projetado para minimizar os falsos alarmes!

Testando o Propero 3 com o ANGi

Para fazer o emparelhamento, acesse a plataforma, faça um leve aceno e em seguida você o verá no aplicativo. Demora uns 6 segundos no total.

Uma vez feito isso, será identificado seu capacete nos equipamentos e para acioná-lo deverá “acordá-lo” fazendo um leve chacoalho. Após isso, na guia MAIS você adiciona alguns contatos de emergência, assim como ajusta o tempo de envio de alerta de acidente.

Quando você adiciona um contato, o sistema envia um mensagem de texto para a pessoa e solicita a confirmação. Afinal, você não quer que alguém não saiba que está recebendo algo sobre você. Adicionei meu irmão e ele confirmou ter aceitado.

Telas do aplicativo

Para começar um passeio, é muito simples. Após o capacete estar “acordado” no aplicativo, você toca na guia GRAVAR, que levará você a um único botão para pressionar para iniciar o passeio. Basta pressioná-lo e, em seguida, ele muda para indicar que está ativo.

Neste momento seus contatos receberão um e-mail com o seu local de passeio atual. Eles podem clicar no link deste e-mail e abrir um mapa com sua localização.

Percebi algumas falhas no GPS, onde perde o sinal de celular, mas ele sempre mostra o roteiro. E da mesma maneira quando iniciou, também avisa quando terminou.

Mas digamos que você sofra um acidente de verdade. Nesse caso, o aparelho aciona o alerta e em seu telefone soa um alarme realmente alto (você pode ouví-lo no vídeo até o final). Mas há uma contagem regressiva com o tempo que você programou anteriormente para que possa desligar o alarme antes de notificar alguém. Bastante útil para caso não tenha sido nada grave e evitar falsos alertas. O padrão é 15 segundos, mas você pode alterar para até 2 minutos.

Quando o tempo expirar, o aplicativo e a plataforma notificarão seus contatos de emergência por meio de uma mensagem de texto. Isso tudo acontece dentro de 15 a 20 segundos após o tempo expirar. A mensagem de texto permite que eles cliquem em um link para mostrar sua localização.

Em testes pela própria Specialized, os engenheiross procuraram situações de não-gatilhos para eventos reais. Eles notaram que o sensor do capacete foca especificamente em incidentes que provavelmente causariam situações em que as forças são consideradas suficientes para que você ficasse inconsciente. Ou seja, se você apenas fizer um tropeço na sua bicicleta, mas não bater com a cabeça no chão, é improvável que o sensor acione.

Veredito

O Propero 3 é um capacete perfeito oferecendo um ótimo sistema de resfriamento, peso e conforto que um capacete de ponta também ofereceria, a um melhor custo x benefício.

E uso não se restringe a amadores. Veja abaixo o uso do capacete no Tour de France.

Já o ANGi é um dispositivo que pede ajuda externa quando você estiver impossibilitado de fazer isso. Na verdade, é o primeiro dispositivo a proteger você antes, durante e depois de uma eventualidade. Ele faz isso por meio do emparelhamento com o aplicativo Specialized Ride (iOS ou Android).

Caso você esteja fora da cobertura de serviço celular, a ANGi tem uma outra opção. Basta definir o seu tempo máximo de treino estimado, por exemplo 4 horas, e tudo o que você precisa é de um sinal de dados ativo ao iniciar sua sessão. Se você não concluir seu treino dentro deste prazo, a ANGi enviará uma notificação para seus contatos com suas últimas coordenadas geográficas conhecidas.

Da mesma forma, ao iniciar o pedal, ele envia um link de rastreamento em tempo real, para ser acompanhado. E depois, você também pode enviar as informações do treino para o Strava.

Características ANGi

  • Não possui mensalidades, com uma conta de cadastro único.
  • Bateria com duração aproximada de seis meses (CF2032), com classificação de resistência à água IPX7.
  • Peso: 10 gramas c / bateria
  • Garantia do sensor de dois anos

Comentários Facebook

Disqus

advmag