Equipamentos Trail Running

A estória do Speedcross

Traduzido do original “The Speedcross Story

“O primeiro tênis com cravos grandes para maior tração foi o X Harrier,” disse Felix Dejey, gerente de avaliação de produtos da Salomon que trabalhou nos primeiros desenhos do Speedcross original. “Nós achamos que era um nicho muito pequeno e no começo, era mesmo.”

O primeiro modelo Speedcross chegou nas lojas em 2006 e o principal objetivo era oferecer boa tração nos terrenos com lama e barro. “Era um nicho pequeno e não tínhamos certeza se continuaríamos com a linha,” disse Dejey. “A previsão era ter cerca de 1.000 pares no começo.” Hoje a Salomon vende mais de 1 milhão de Speedcross por ano apenas na Europa.

Durante esse caminho o modelo teve a ajuda do aval de alguns dos melhores trail runners do mundo, incluindo Kilian Jornet, que usou o Speedcross 2 ao vencer o Ultra-Trail du Mont-Blanc em 2008. Na verdade, Jornet usou o Speedcross 2 em quase todas as corridas que participou naquela época. Hoje, alguns dos trail runners da elite podem ser vistos usando o Speedcross, como o alemão Philipp Reiter e a neozelandesa Anna Frost. “Toda vez que vejo Philipp, ele está usando o Speedcross”, diz Dejey. (Procure pelo texto Philipp Reiter: My Favorite Salomon Shoes.)

Ao longo do tempo houve melhoras no conforto e performance dos tênis e novos padrões de cores foram adicionados.

“A grande diferença na linha Speedcross desde o modelo original até o Speedcross 4 foi na melhora da estabilidade,” disse Dejey. “A primeira versão tinha cravos mais arredondados, portanto não muito estável. Aprendemos muito nesse período e as versões mais recentes como o Speedcross 2, 3 e 4 eram extremamente estável. É realmente fantástico onde chegamos. Hoje, vemos pessoas o usando como um tênis no dia-a-dia, o que nunca previmos, e está disponível em diferentes cores.”

Edouard Coyon, gerente de linha de produtos da Salomon para Trail Running, disse que fazer mudanças na linha Speedcross é difícil devido ao crescimento da popularidade do tênis durante os anos.

“O Speedcross têm sido um dos tênis de maior sucesso no trail running mundial,” ele explica. “Por isso, enquanto estamos sempre estamos buscando novas maneiras de melhorar nossos produtos, temos que ter cuidado em manter o encaixe, geometria e amortecimento que o fizeram tão popular.”

Mesmo sendo difícil melhorar uma lenda da familia Salomon, isso foi o que os designers da marca fizeram com o Speedcross 5, que deve estar disponível na primavera (européia) de 2019.

Voltado para a performance, o Speedcross 5 oferece melhor grip, encaixe melhor e mais estabilidade. A sola do Speedcross 5 possui cravos mais largos e mais agressivos com mais espaço entre eles e uma geometria melhorada, proporcionando melhor aderência e frenagem em todas as condições de superfície. A parte de trás cria um berço para o seu calcanhar, garantindo uma pisada limpa e estabilidade ao longo do passo. Tem também uma parte superior completamente soldada, junto com “braços” Sensifit dissociados e mais espaço para os dedos, então o tênis se move mais naturalmente com o pé e melhora o conforto.

Comentários Facebook

Disqus

advmag