sáb. mar 23rd, 2019
ECO99131

Divagando sobre os possíveis países-sede do Eco-Challenge 2019

Nesta quinta feira (13) o mundo saberá qual país sediará a esperada volta do Eco-Challenge. A maior corrida de aventura está de volta depois de 17 anos e está tirando antigos atletas da aposentadoria.

Estes são os locais que sediaram as edições anteriores:

  • 1995 Utah
  • 1995 Maine/New England (parte do X-Games / X-Venture Adventure race)
  • 1996 Columbia Britânica
  • 1997 Australia
  • 1998 Marrocos
  • 1999 Argentina
  • 2000 Sabah, Borneo
  • 2001 Nova Zelândia
  • 2001 U.S. Armed Forces Challenge
  • 2002 Fiji

A prova está programada para acontecer em setembro e os participantes terão pouco tempo para se preparar e preparar a viagem.

Além disso, nesse primeiro momento será feita apenas uma pré-inscrição dos interessados, que deverão enviar um vídeo para a organização, e a partir desse material haverá um seleção das equipes participantes. Isso aumenta o período de divulgação de quem realmente vai participar, mas pelo menos as pessoas podem começar a se informar sobre a necessidade de vistos, vacinas, etc.

Vale um parêntese aqui: não importa o quanto sua equipe é forte fisicamente, se não tiver também desenvoltura na frente da câmera ou uma estória interessante, a chance de ser convocado cai drasticamente.

Mas onde será o Eco-Challenge 2019?

Voltando ao tema do local da prova eu apostaria em algumas opções: EUA, Canadá, África do Sul, Austrália ou Nova Zelândia.

Os Estados Unidos é uma opção óbvia por ter um custo de produção mais baixo (apesar que dinheiro não deve ser problema) e facilidade de logística nessa “primeira edição”.

Os outros países se relacionam da seguinte maneira: Ian Adamson, um dos maiores corredores de aventura que já existiu, está bastante envolvido com o Eco-Challenge, divulgando a todo momento as novidades.

Ele é um dos conselheiros do Primal Quest que foi praticamente a sucessora do Eco-Challenge, mantendo o formato de expedição, cobertura da CBS em seu primeiro ano e chegou a oferecer a premiação de US$ 100,000 para a primeira equipe em 2006.

O Primal Quest desde 2017 é sócia-parceira da neozelandesa GODZone, outra grande referência nas corridas de expedição e que ano após ano vêm crescendo a ponto de não precisar mais fazer parte do AR World Series faz alguns anos.

E Warren Bates, um dos criadores do GODZone, é diretor do A1 Series, uma organização com circuitos de corrida de aventura na Nova Zelândia, Austrália e África do Sul.

Portanto estas são as minhas pequenas apostas – EUA, Canadá, África do Sul, Austrália ou Nova Zelândia –, mas o mundo é grande e o Eco-Challenge pode acontecer em qualquer lugar. 

Amanhã às 18h00 no Brasil saberemos se cheguei perto. Façam suas apostas!!

Comentários Facebook

Disqus

advmag