Trail Running

Participação feminina na INDOMIT Costa Esmeralda cresce em 2016

Por Redação • quinta, 20 outubro 2016 - 16:22

A terceira edição da INDOMIT Costa Esmeralda, evento programado para os próximos dias 28 a 30 em Bombinhas (SC) e Porto Belo (SC), terá um aumento de 38% no número de mulheres inscritas, em comparação a 2015. Segundo o idealizador da prova, Juan Carlos Asef, o número mais expressivo aparece nas distâncias de 80 e 100 quilômetros.

"Estamos muito felizes com esse crescimento, pois é algo bastante significativo para uma ultramaratona do Brasil", ressalta Juan Carlos. "A resistência física das mulheres têm aumentado e elas vêm pegando gosto pelas provas de trail running ao longo dos anos", completa o argentino.

© Adriane Carmignan

Ana Giovanelli, campeã dos 100 quilômetros em 2015, concorda e vai além. "Participar de ultramaratonas, principalmente em corridas de montanha, é algo que caiu no gosto das pessoas. E naturalmente as mulheres vêm testando seus limites cada vez mais". Além do título na INDOMIT Costa Esmeralda do ano passado, a paranaense ostenta o primeiro lugar nos 100 km da edição de estreia da INDOMIT Mendoza, em maio deste ano.

Pronta para mais um desafio - Ana fez uma preparação intensa para defender o resultado na INDOMIT Costa Esmeralda esse ano, sempre buscando simular terrenos e altimetrias que serão encontrados na prova. "Tenho feito cinco treinos por semana e meu treinador inseriu trilhas à noite. A prova terá um grau de dificuldade maior esse ano com um novo percurso", relata.

Acostumada a correr por longos períodos e passar madrugadas sozinha, Ana afirma que se sente tão focada e com a adrenalina a mil, que o sono não é o principal adversário. "Fico com os sentidos bem aguçados, mas confesso que sinto muita fome, principalmente quando está amanhecendo". Mas não é apenas a agitação da prova que espanta o sono, já que ela admite mudar a rotina na semana que antecede uma competição. "A intensidade dos treinos diminui, então dá para descansar mais tempo e também dormir mais cedo."

Apesar de se dedicar bastante à corrida, ela divide o tempo com a profissão de fisioterapeuta e busca encaixar na agenda do trabalho os treinos corriqueiros e os específicos. "Acordo às 5h, vou correr, depois vou para o trabalho e muitas vezes aproveito a hora do almoço para fazer musculação". Ela conta ainda que a vida pessoal muitas vezes é sacrificada. "Preciso abrir mão de muitas coisas, como sair para jantar com os amigos e dormir tarde. Não dá para esperar um bom resultado sem abrir mão de algumas coisas".

© Fabio Davini

Torcida Organizada - A atual campeã da INDOMIT Costa Esmeralda mora com a sócia e a filha dela, torcedoras que costumam acompanhá-la nas provas junto com um grupo de amigos. "Eles fazem toda diferença. Quando estou correndo lembro de tudo o que passei para estar lá e do retorno que preciso dar a todos que torcem por mim. Acredito muito na energia deles e isso me dá vontade de continuar".

Estrutura do Circuito INDOMIT
Ana Giovanelli admite que é "freguesa" do Circuito INDOMIT não só pelos troféus que coleciona, mas por ser uma prova que prima pelo bem-estar e seguranças dos atletas. "Sei que só preciso chegar e correr, sem me preocupar com falhas na marcação do trajeto e sabendo que vou encontrar uma ótima estrutura de organização. Além disso, tem os percursos que são desafiadores e, claro, a inovação da primeira prova de 100 quilômetros no Brasil", lembra sobre a primeira edição do evento, em 2014.

Nos postos de abastecimento é possível encontrar além de água, frutas, refrigerante e até pizza em alguns casos, o que livra o corredor de ter que carregar peso desnecessário durante a corrida. "Isso é um grande diferencial da INDOMIT. No meu caso estou tentando mudar a alimentação para aproveitar mais essa estrutura", relata.

Aos 39 anos de idade, Giovanelli admite que o corpo está um pouco fadigado com a quantidade de provas que ela vem fazendo nos últimos três anos, mas que por enquanto não quer pensar em diminuir o ritmo em 2017. "Os novos desafios aparecem após uma grande vitória, sempre fica um gostinho de quero mais", finaliza.

Além da prova de 100 quilômetros, haverá ainda distâncias de 80, 50, 21, 12 e 5 quilômetros, essa última com parte da arrecadação sendo revertida para a ONG Oncoguia, que cuida de pacientes com câncer.

A INDOMIT Costa Esmeralda é uma organização e realização Bombinhas Adventure Runners e TMX, com chancela da International Trail Running Association e Hotel oficial Pousada Vila do Farol. A prova faz parte de um circuito internacional com etapas no Caribe (Venezuela, em janeiro de 2017), Pedra do Baú (São Bento do Sapucaí, em abril de 2017), Mendoza (Argentina, em maio de 2017) e Bombinhas (Santa Catarina, em agosto de 2017).

 

Mais informações sobre o evento: www.indomit.com.br

Por Redação
quinta, 20 outubro 2016 - 16:22 | sul
Sites Parceiros
RBCA
Ranking Brasileiro de
Corrida de Aventura
Digital Pictures
Fotografia
Trail Hunters
Portal Trail Running
Cadastro
Cadastre seu email e receba as noticias automaticamente no seu email diariamente